domingo, 28 de fevereiro de 2010

Reavalie-se

Medo.Você tem?
Quem diz não ter,fala sério?
Será mesmo possível um ser humano estar liberto de todo e qualquer medo?
Não sei...
Existem aqueles medos que são bem comuns,como o medo do escuro por exemplo.É engraçado esse medo.Por que afinal,estamos no mesmo lugar,a diferença é o dia ou a noite,se a luz está acesa ou apagada.Muitos mistérios envolvem o escuro.Uma simples cadeira vira um terrível monstro.
Medo de fantasmas também é bastante comum.Mas com esses,podemos elevar nosso pensamento à Deus.Isso pra quem acredita é claro.Porém, na verdade,creio que seja mesmo mais difícil lidar com os próprios fantasmas.Como assim?É,parece um tanto complicado falar sobre isso.Mas acredite,faz com que se sinta melhor.
Nós,seres humanos,somos muitas vezes, uma espécie de labirinto.E isso não serve somente para quem está a nossa volta,mas também para nós mesmos.
Quantos de nós já não se sentiu perdido em meio aos próprios sentimentos buscando por respostas?Respostas estas,que na verdade, a maioria sabe que só dentro de sí irá encontrar.Entretanto o ser humano costuma ter o estranho hábito de complicar as coisas, é de sua natureza.
E aí,acaba olhando mais para o que está a sua volta do que para o seu próprio coração.Procura a tal resposta num outro ser,num novo emprego,numa nova casa ou cidade.Mas nunca pensa em olhar para sí.
Nossos medos e inseguranças fazem parte das nossas experiências e do proveito que tiramos delas.Não é ruim ter medos ou inseguranças.Acho que servem para que pensemos e reavaliemos certas situações.O ruim é deixar que o dominem, que o deixe acuado.
Enfim...lidar com os próprios fantasmas,de fato é uma árdua tarefa para muitos.
E para quem esperava ao final deste texto uma espécie de conclusão,dica ou solução para o problema,sinto muito.Infelizmente ainda não as tenho.Venho tentando olhar para dentro  de mim para assim,conseguir também as minhas respostas.
Sempre que puder,faça você também uma visita ao seu próprio coração.E lembre-se que a beleza do mundo exterior,depende do quão belo se encontra o seu mundo interior.


(Luana.R. Martins)

2 comentários:

Betty disse...

Amei o Reavalia-se Luana. Mexeu comigo. Parabéns pela lucidez e pelo belo escrito. Beijo!

ian ribeiro disse...

=) ..!!! bom texto! como o nome do blog justifica!

uma bela reflexão desvandando suas entranhas com vasta sinceridade.