domingo, 30 de outubro de 2011

Em Português Claro

Pois agora vai.
Deixa o novo te seduzir.
Deixa o frescor do vento te invadir.
E não volte em mim,
ainda que seja só por passar.
A vida é uma estrada sem fim.
Aqui aprendemos,plantamos e colhemos.
Mesmo com a maré calma,é bom
nunca esquecer pra que servem os remos.
Vai pra sempre, vai.
Sempre há estrada,seja qual for a direção.
Sempre haverá outro rumo,outra opção.
E porque não chorar?
Faxina da alma nunca faz mal.
E porque nao sentir?
O tempo se encarrega.
Ele sabe como agir.
Vai entender porque isso tudo...
Vai entender todo esse nada...
Palavras opostas aguardando tradução.
Perdido se encontra o sujeito dentro da própria oração.
Meus adjetivos permanecerão intáctos.
Pois essência nao se muda.
E que o verbo de ordem seja recomeçar...
Por que a vida sempre continua.


(Luana Martins)

3 comentários:

Hadnan disse...

Adorei os trocadilhos!! Bjs.

Iguaba Grande disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Salomão disse...

Vdd! Lindo.